Archive for the ‘Actividades’ Category

h1

Natureza e Sociedade: Balanço e Novas Opções para Portugal

21 Outubro 2008

  

Natureza e Sociedade: Balanço e Novas Opções para Portugal

4 e 5 de Dezembro de 2008

A conferência é promovida pela LPN – Liga para a Protecção da Natureza com o objectivo de promover um balanço dos resultados obtidos e perspectivar o futuro da Conservação da Natureza e Biodiversidade em Portugal.

Público-alvo

  • Organizações e indivíduos interessados na temática do ambiente que lidam directa ou indirectamente com as questões da Conservação da Natureza e da Biodiversidade.
  • Administração pública
  • Organizações Não Governamentais 
  • Associações profissionais
  • Empresas
  • Media
  • Universidades e Centro de Investigação; P
  • Professores do Ensino Secundário
  • Estudantes
h1

Colóquio – Redesenhando a vida humana: reprodução medicamente assistida, células estaminais e genética

6 Maio 2008

Colóquio
Redesenhando a vida humana:
reprodução medicamente assistida, células estaminais e genética

13 de Maio de 2008, 15:30, Fundação Calouste Gulbenkian

A terceira sessão tem como objectivo discutir de que modo novas tecnologias poderão afectar o modo como se define um ser humano e quais as intervenções que é lícito permitir em termos de património genético e medicina regenerativa.

Os oradores convidados da terceira sessão são:
Scott Gilbert (Swarthmore College, Pennsylvania, EUA)
Rayna Rapp (New York University, EUA)
Guido Van Steendam (Universidade Católica de Leuven, Bélgica)
Sarah Franklin (BIOS, London School of Economics, Reino Unido)
Evelyn Fox Keller (Massachusetts Institute of Technology, EUA)
Peter Taylor (University of Massachusetts, Boston, EUA)

h1

GripeNet 2007/2008 – A gripe em directo

2 Novembro 2007

O GripeNet está de volta pelo terceiro ano com algumas novidades, entre elas novos mapas mais interactivos, o projecto está agora acessível a cegos. O projecto conta este ano com o apoio da Universidade do Porto e da Universidade de Évora.

Inscrevendo-se no site www.gripenet.pt , qualquer cidadão do continente ou ilhas pode participar activamente neste sistema, através do preenchimento de um questionário semanal de sintomas. São gerados automaticamente curvas de incidência gripal e mapas com a distribuição dos casos de gripe ao longo do território nacional.

A informação assim recolhida complementa aquela que é obtida pelos métodos de vigilância convencionais, possibilitando uma detecção precoce de eventuais anomalias (surgimento de pandemias) e uma captação de pessoas que recuperam sem recorrer aos serviços de saúde.

Este trabalho é acompanhado pelo desenvolvimento de modelos matemáticos e plataformas computacionais com capacidade para simular a propagação da gripe em Portugal e avaliar cenários de intervenção.

Este ano, numa parceria com as Universidades do Porto e de Évora, os alunos, professores e funcionários destas duas instituições do ensino superior terão uma zona especifíca para a sua própria monitorização da gripe.

A importância do alerta precoce

Durante uma epidemia típica de gripe, cerca de 5 a 15% da população é afectada por infecções respiratórias. Para além de constituir uma séria ameaça à saúde dos mais novos, dos mais velhos e de pessoas com doenças crónicas, a gripe é também responsável por ausências ao trabalho e à escola, causando uma perturbação social e económica significativa. É causada por um vírus Influenza, facilmente transmissível pelas gotículas projectadas num espirro. Ocasionalmente, no entanto, a gripe é causada por um vírus de um novo subtipo, que, não sendo reconhecido pelo sistema imune, causa uma pandemia de grandes dimensões, ameaçando até os mais saudáveis.

Estes eventos são difíceis de prever e, por isso, importa detectar o mais rápido possível um surto de dimensões acima do normal, de forma a desencadear medidas de prevenção e terapêutica. O Gripenet permite antecipar em cerca de uma semana a leitura da situação epidémica da gripe. De tal forma, que, recentemente, responsáveis do Centro Europeu de Controlo e Prevenção de Doenças, com sede em Estocolmo, consideraram que o projecto pode ser uma ferramenta importante para a detecção antecipada de pandemias (como a da gripe das aves), adiantando que há interesse da Comissão Europeia em implementar o sistema em toda a Europa. Actualmente, para além de Portugal, participam a Bélgica e a Holanda; a Itália prepara-se este ano para o adoptar.

Simultaneamente, a equipa do Gripenet vai extraindo outras informações úteis em matéria de saúde pública. Por exemplo, que é mais provável um holandês ficar em casa, quando contrai gripe, do que um português. Ou que os chamados suplementos vitamínicos não parecem conferir maior protecção perante o vírus da gripe.

Nas duas últimas campanhas (sempre de Novembro a Abril), mais de 10.000 portugueses participaram activamente no projecto.

h1

Semana Aberta de C&T – Aveiro

1 Novembro 2007

Programa e mais informações

h1

Biotec-Zone – Portal de Biotecnologia de Portugal

17 Outubro 2007

 

Portal de Biotecnologia de Portugal

O portal Biotec-Zone pretende promover a divulgação do conhecimento científico e tecnológico da Biotecnologia em Portugal, assim como as empresas, organizações, marcas, produtos e serviços portugueses cujos objectivos se dirijam para o mercado da Biotecnologia. Por último, e não menos importante, as instituições que leccionam este curso, actualmente, em Portugal.

O portal é concebido por estudantes universitários que pretendem proporcionar conhecimento científico relacionado com a Biotecnologia através de notícias, artigos publicados, informação sobre eventos, apontamentos, trabalhos, posters, animações, bibliografia e links recomendados, entre muitos outros. Simultaneamente, pretem proporcionar soluções eficazes e rentáveis para o desenvolvimento de produtos e serviços Biotecnológicos.

O portal servirá, ainda, como via para organizar encontros de estudantes de Biotecnologia de todo o país, visitas de estudo a laboratórios, jornadas de Biotecnologia, entre outras iniciativas…

h1

50 anos depois do lançamento do Sputnik

4 Outubro 2007

 

Faz hoje 50 anos que foi lançado o primeiro satélite artificial, o Sputnik. As Nações Unidas, declararam que de 4 a 10 de Outubro celebra-se a Semana Mundial do Espaço. Nesses dias organizam-se em todo o mundo diversas actividades de divulgação de ciência e da tecnologia que envolveu a conquista do espaço.

A Rede de Centros Ciência Viva tem um programa preenchido que pode ser consultado em:
http://www.cienciaviva.pt/rede/space/space2007/programa.asp

Mais conhecimento sobre o Sputnik e a Exploração Espacial na Wikipedia.

h1

Centro de Ciência Júnior on-line

7 Setembro 2007

ccj.jpg

Biocas.Net