h1

Opinião em tom de desabafo – SIDA e o Jornalismo

23 Agosto 2006

Estou a dar resposta a uma questão levantada por um leitor brasileiro sobre o tratamento dado à questão da SIDA em Portugal. Vou apenas dedicar-me à questão nos media e deixo, em baixo, links de algumas instituições que se dedicam a esta problemática. Assim, quem tiver interesse poderá pesquisar o tipo de tratamento da informação que fazem as instituições que se dedicam a este assunto.

Em relação à resposta, lamento o tom ser um pouco “quente”, mas este post é opinativo. Uma vez que o hábito por aqui são pequenos posts em estilo noticioso, decidi começar o título com “Opinião”.

O tema SIDA quase desapareceu da actualidade jornalística. Os motivos? Ao que parece está “fora de moda”. O jornalismo português “adora” abordar, por exemplo, a Gripe das Aves – digo isto com alguma tristeza pela falta de qualidade patente nos media. Durante meses, quase não se ouviu falar de outro assunto nas secções de ambiente-sociedade. Cada vez que se encontrava uma ave morta em qualquer país era publicada uma notícia – Chegou a ser ridículo. Os jornais focaram-se nisto como se nada mais houvesse para falar e muito mais importante.

Claro que não estou a dizer que a Gripe das Aves não deve preocupar as pessoas. Claro que deve, mas tudo é relativo e a SIDA, por exemplo, é um problema muito sério que se transmite todos os dias, por pura ignorância das pessoas e que mata milhões em todo o mundo. Continuamos a assistir a comportamentos de risco elevadíssimo num país que se diz primeiro mundista, porque existem muitos mitos enraizados sobre a não transmissão da doença e porque as pessoas acham que acontece só aos outros. Mesmo sabendo dos riscos muitos homens recusam usar preservativo porque é incómodo!

O mesmo problema destas “modas” jornalísticas – acho que isto é uma questão para levar a sério! – aconteceu quando apareceu a doença das vacas loucas em vários países da Europa – Não se falou de outra coisa durante imenso tempo. Por causa destas “modas”, temas como a SIDA ficam esquecidos, como se os problemas tivessem desaparecido, o que dificulta ainda mais o trabalho de divulgação das associações e das instituições que trabalham nesta área.

Dando um exemplo muito actual: esteve a decorrer, de 13 a 18 de Agosto, uma importante reunião em Toronto – XVI Conferência Internacional sobre SIDA – que envolveu cerca de 20.000 especialistas de todo o mundo. Sendo um encontro tão importante, poderíamos supor que os Media não iriam tratar outro assunto nas secções de ciência/saúde/sociedade. Parece-me que não foi assim. Por cá, os telejornais dedicaram a maior parte do tempo a falar da Guerra no Líbano, também noticiaram coisas sem grande relevância nacional ou internacional – o futebol nunca deixa ter estar assegurado… Nos últimos dias, o tema relacionado com ciência que teve direito de antena foi o nº de planetas que terá o sistema solar a partir de 24 de Agosto. Até a Guerra do Iraque, que não saia dos Media quase que desapareceu. Os problemas existentes em Timor, país pelo qual os portugueses têm grande carinho, deixaram de aparentemente existir desde que Israel invadiu o Líbano.

Pergunto como é isto possível? Não sei dar a resposta e volto a referir: os temas vão para os jornais por questões de moda. Se a moda passou e vem outra, os temas verdadeiramente relevantes desaparecem, por muito essenciais e urgentes que sejam. A falta de qualidade do jornalismo em Portugal está à vista de todos. Há quem se questione sobre o assunto, as pessoas falam sobre isso nos fóruns públicos como os que existem na rádio e na TV. Mesmo assim não se fala o suficiente. Os portugueses não têm o hábito de comentar ou de declarar publicamente as suas opiniões. Quem se preocupa, quem tem a coragem para falar sente-se impotente perante a situação a que se assiste na comunicação social.

RC

 

 

Para conhecer mais

Neste blogue:

> SIDA e a responsabilidade jornalística
> SIDA – 25 anos depois…

Alguns sites e instituições portuguesas:

> Coordenação Nacional para a Infecção HIV/SIDA
> AidsPortugal

> Passo a Passo – Portal Sida/VIH
> Abraço

> Liga Portuguesa Contra a Sida
> Outras ONG que se dedicam à luta contra o HIV/SIDA

 

 

ATENÇÃO – Os COMENTÁRIOS deverão feitos via Roda de Ciência, por favor.

 

 

%d bloggers like this: