h1

A árvore de Natal consumista

14 Janeiro 2006

:: A árvore de Natal consumista ::

O blogue Bioterra publicou uma estimativa do GAIA sobre os impactos causados pela maior árvore de Natal da Europa, patrocinada pelo Millenium BCP, que esteve “plantada” na Praça do Comércio, em Lisboa.

As repercurssões ambientais da plantação estão pouco de acordo com os princípios e valores natalícios, que têm a ver com a partilha, o convívio e a reflexão e a familia.

O consumismo parece estar para ficar, com consequências cada vez mais graves para a sociedade e para o ambiente. A situação merece uma reflexão.

Espreitem-se os dados sobre a produção de resíduos e de gases que contribuem para o efeito de estufa e consequente aquecimento global, que foram provocados pela árvore de natal metálica. Leiam-se os números sobre os gastos energéticosa produzidos e as consequências que o seu fabrico tem na degração do meio ambiente dos países do hemisfério sul. Reflita-se no facto de serem todos os portugueses a pagar a aquisição de emissões de gases (para cumprir o protocolo de Quioto), no lugar do tal grupo bancário responsável pela plantação.

O país queixa-se da actual crise económica. Se todos nos controlássemos para evitar este consumismo exacerbado que vivemos actualmente – espelho social e ambiental de Portugal -, talvez déssemos um grande passo para deixarmos de ter motivos para nos queixar.

Rita Caré
14 Jan 06

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: